.mais sobre mim

Envia-me um e-mail

.pesquisar

 

.posts recentes

. Garrano

. Urso pardo

. Hamster

. O coelho

. Os Golfinhos

. Carta ao Verdinho - Escol...

. PATO-REAL

. A LONTRA

. O GANSO

. Melro-metálico

.arquivos

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

|ESPAÇO CRIANÇA| |DICAS VERDES| |DIAS AMBIENTAIS| |ANIMAIS|

|PLANTAS| |AMBIENTE| |HISTÓRIAS E JOGOS| |SONDAGENS|
Sexta-feira, 3 de Junho de 2011

Melro-metálico

(Lamprotornis chalybaeus)

 

 

Classe: Aves

 

Ordem: Passeriformes

 

Família: Sturnidae

 

Dimensões: 25cm.

 

Distribuição Geográfica: Praticamente todo o continente africano (Namíbia, Botswana, Zimbabwe, Moçambique, África do Sul, Angola, Etiópia).

Habitat: Floresta de savana até habitats secos.         

                                                   

Alimentação: Frutas, bagas, sementes, néctar de plantas e insectos.

 

Reprodução: Monogâmicos. Ambos contribuem para a construção do ninho que normalmente é feito em buracos existentes nas árvores. A fêmea deposita 2 a 3 ovos que levam 14 dias a incubar.

 

Comportamento:

Vivem em bandos compostos por numerosos indivíduos. São aves migratórias. Passam muito tempo no solo. Possuem um voo ruidoso devido aos recortes das penas primárias.

 

Curiosidades:

Conforme as espécies, assim varia a tonalidade da plumagem, que vai do verde e do azul ao violeta e bronzeado. Todas elas no entanto oferecem a particularidade de apresentarem os reflexos característicos do brilho metálico.

O macho e a fêmea são bastante parecidos, apenas sendo possível distingui-los através de uma menor intensidade no colorido da plumagem. Em cativeiro, a reprodução só é possível entre casais da mesma origem, isto é, é necessário que o macho e a fêmea tenham nascido na mesma região africana, pois daí dependerá a coincidência dos seus hábitos de nidificação.

 

Estatuto de conservação e factores de ameaça:

Espécie não ameaçada.

CB (Nascido em cativeiro)

 

Websites

http://www.birdlife.org/datazone/speciesfactsheet.php?id=6777

http://www.iucnredlist.org/apps/redlist/details/147618/0

 

Conteúdo desenvolvido por:

Parque Zoológico de Lagos

http://www.zoolagos.com

 

tags:
publicado por verdinho_naturezabrincalhona às 11:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

FURÃO

(Mustella putorius)

 

 

Os furões são animais que apresentam elevado dimorfismo sexual, podendo os machos chegar a atingir o triplo das dimensões da fêmea. O seu corpo pode apresentar várias tonalidades, desde o branco ou creme (nos indivíduos albinos) até ao castanho-escuro, sendo a cor mais característica na natureza o castanho-escuro com uma máscara branca na face.

 

É um animal carnívoro e, como tal, alimenta-se de ratos, ratazanas e coelhos.

 

Reproduz-se normalmente durante o Inverno, nascendo uma ninhada de 3 a 7 crias.

 

Actualmente, em muitos países, são comuns como animais de estimação, no entanto, em Portugal é proibido tê-los em casa por terem sido muito utilizados na caça ao coelho e à lebre, fazendo diminuir as suas populações. O furão era colocado à entrada das tocas, afugentando os coelhos e lebres permitindo ao caçador apanhá-las.

 

Visite a exposição fotográfica no C. Informação.


 

Conteúdo desenvolvido por:

QUINTA DA PAIVA
Parque Biológico da Serra da Lousã

3220-154 Miranda do Corvo
Telef. 239 538 444
Tlm. 915 361 527

www.parquebiologicodaserradalousa.net / www.adfp.pt

Espaços visitáveis do parque: Centro Hípico, Quinta Pedagógica, Labirinto de Árvores de Fruto, Parque Selvagem, Museu da Tanoaria e Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais.

tags:
publicado por verdinho_naturezabrincalhona às 11:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito